• Marcelo Ramos

Vazamento de 220 milhões de CPFs. Você conhece o Registrato do Banco Central?

Como apresentado no artigo “Vazamento de 220 milhões de CPF. Como sou afetado e o que devo fazer?”, o enorme vazamento de mais de 220 milhões de CPFs traz uma série de preocupações ao nosso dia a dia. Monitorar de forma mais próxima as movimentações bancárias e compras no cartão de crédito, redobrar a atenção para e-mails e mensagens de SMS e de redes sociais contendo links com ofertas ou boletos e ficar mais atento a ligações que oferecem benefícios ou realizam cobranças. Agora, a engenharia social empregada pelos criminosos é enriquecida com todos os dados que estão neste vazamento.


Registrato

Para nos ajudar nesta tarefa, o Banco Central oferece uma ferramenta que permite que acompanhemos as movimentações financeiras que acontecem com nosso CPF e ou com o CNPJ de nossa empresa: Registrato.

Infelizmente, as informações referentes aos endividamentos são defasadas, podendo ter sido atualizadas pela última vez até 20 dias antes da data atual. Entretanto, outras informações, como as chaves PIX ativas e os relacionamentos com instituições financeiras, são atualizados com frequência.


Você pode ver, por exemplo, se aquela conta bancária que acreditava ter encerrado está ainda está aberta, assim como verificar todas as contas ativas em seu nome.


Enquanto ficamos na torcida para que o BC aumente a velocidade de atualização das informações, podemos utilizar o Registrato para acompanhar o que vem ocorrendo em nossa vida financeira e tomar alguma ação, caso não concordemos com algo apresentado no relatório.


Para acessar o Registrato, o Banco Central disponibiliza aqui um passo a passo para a geração da senha.


Cadastro Positivo

Uma outra possibilidade de consulta é o cadastro positivo. Desde 2019, o Banco Central autorizou as empresas Quod, Serasa, Boa vista e SPC Brasil a guardar e organizar informações financeiras dos consumidores. Estas informações são utilizadas por outras empresas para diminuir riscos de crédito, evitar fraudes etc.


Algumas destas empresas oferecem ao cliente a possibilidade de consultar seus dados no cadastro. Leia com atenção o regulamento da consulta e, se concordar, siga em frente.


Acima de tudo, esteja sempre atento. Os ataques estão cada vez mais se apoiando em informações que podem extrair dos usuários, e em tentar induzir estes usuários a realizar ações que podem comprometê-los, e menos em ataques de força bruta.

©2020 por Tiga Tecnologia